domingo, 31 de março de 2013

Marcos Méier

 http://www.youtube.com/watch?v=9sABgF4idCE

sexta-feira, 29 de março de 2013

Autismo




Autismo/Informação



Estudo reforça que não há relação entre vacinas e autismo.


Estudo reforça que não há relação entre vacinas e autismo http://goo.gl/G1ExP

Feliz Páscoa!!!



Feliz Páscoa!! Ele Vive!
A páscoa é mais do que uma data é uma época de renovação, reconciliação, reencontro com nosso ser, com nossos semelhantes, é um período de paz e harmonia que deve ser vivido entre família e festejado com muita alegria.
A páscoa é mais do que uma data é uma época de renovação, reconciliação, reencontro com nosso ser, com nossos semelhantes, é um período de paz e harmonia que deve ser vivido entre família e festejado com muita alegria.



quinta-feira, 28 de março de 2013

Movimento Down

Movimento Down
Atenção, atletas de todo o Brasil! Estão abertas as inscrições para programa Bolsa-Atleta, do Ministério do Esporte. Assim como o nosso autodefensor Breno Viola, atletas com síndrome de Down podem receber o benefício.

As inscrições desta fase do programa têm como base os resultados esportivos de 2012 e devem ser realizadas no site Ministério até o dia 25 de abril. Saiba mais no nosso portal: http://bit.ly/170s0qI

Notícias





Divulgação


Protagonismo
 

Consulta 

       
Saúde

Caravana da Inclusão




A Caravana fomenta políticas públicas que asseguram a cidadania e os direitos das pessoas com deficiência. Em Bebedouro, no dia 22/3, houve Desfile de Moda Inclusiva e Mutirão do Trabalho. Contou com cerca de 500 pessoas da cidade. Próxima é em Votuporanga. 


quarta-feira, 27 de março de 2013

Notícias/Educação Especial

Governo de São Paulo anuncia R$ 2 bi em investimento para municípios paulistas, dos quais 50 mi são para acessibilidade

O encontro entre prefeitos, primeiras damas e gestores municipais teve o objetivo de reafirmar o diálogo e a parceria entre o governo e as prefeituras. Dos 2,4 bi, 50 milhões são para acessibilidade nos municípios.

 
       

Divulgação

Reatech compartilhou a foto de Civiam Tecnologia Assistiva.


Síndrome de Down


Estruc Diversidade Assessoria e Consultoria Empresarial Inclusiva LTDA compartilhou a foto de Amor Supera Deficiências.


Divulgação

Unidade Central de Recursos Humanos

COMPARTILHE COM SUAS COLEGAS DE TRABALHO, AMIGAS E FAMILIARES. ESTA MENSAGEM É IMPORTANTE PARA TODAS AS MULHERES.
 
Para assistir é só acessar: http://media.escolasdegoverno.sp.gov.br/iamspe
Perguntas pelo e-mail fundap.vc@fundap.sp.gov.br, serão respondidas ao vivo.
...Ver mais

FELIZ PÁSCOA!



Observação: Recebi essa mensagem em meu e-mail particular e estou dividindo com todos vocês. 

DOEM SANGUE

EM QUALQUER UM DOS 365 DIAS DO ANO QUE SEJA POSSÍVEL FAZER PELO PRÓXIMO, O QUE SEMPRE ESPERAMOS QUE FAÇAM POR NÓS.  

Reatech 2013

Reatech

Toda a programação de palestras! faça sua inscrição!!!

http://www.reatech.tmp.br/

segunda-feira, 25 de março de 2013

Divulgação


Divulgação



Brincadeira tem limite! Veja como evitar que seu filho faça gozações que podem magoar seus amigos: 

Brincadeira tem limite! Veja como evitar que seu filho faça gozações que podem magoar seus amigos: http://abr.io/gozacoes

SÍNDROME DE DOWN


Escola precisa acolher alunos com síndrome de Down, diz educadora
UOL Educação - 21/03/2013 -

Notícias CUIDADOR

Notícia: Educação aprova cuidador nas escolas para alunos com deficiência
http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/438330.html

Artigo Interessante!












Fonte: Revista VEJA Edição Especial

Síndrome de DOWN



Fonte: Revista VEJA

Síndrome de Down

Movimento Down
O jornal Folha de S. Paulo publicou no último sábado uma matéria que mostra a rotina agitada de algumas crianças com síndrome de Down. Os pequenos além da escola, fazem ioga, surfe, ginástica, futebol, culinária e muito mais.

Pedro Aquino (na foto ao lado), de 9 anos, mora no Rio de Janeiro e foi entrevistado por meio de um aplicativo de vídeo de seu iPad.

O flamenguista contou que adora jogar futebol, que prefere as aulas de matemática e que quer ser cantor.

Confira a matéria completa no nosso portal: http://bit.ly/YDFBO9


Crédito da foto: Luciana Whitaker/Folhapress





Turma da Mônica/Drogas

http://xa.yimg.com/kq/groups/8088058/390706743/name/Revista%20Turma%20da%20Monica%20sobre%20Drogas.pdf

LIBRAS

Derdic / PUC-SP-oficial via Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida.

A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED) apresenta a versão em Libras do seu Boletim Informativo semanal de notícias. Agora o público de surdos alfabetizados em Língua Brasileira de Sinais também poderá acompanhar as matérias.
 
Acessibilidade na comunicação, a Derdic compartilha essa ideia!


Boletim Informativo nº 10 - março de 2013 - SMPED.

Boletim Informativo de Notícias - versão em Libras - da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade e Reduzida - Prefeitura de São Paulo.


Música com legenda para surdos

Derdic / PUC-SP-oficial

Sobre a última sexta-feira, Dia da Água, impossível não lembrar da música do Guilherme Arantes. Esta versão, com belas imagens, tem legenda útil aos surdos.
 
PLANETA ÁGUA - GUILHERME ARANTES (RECORDAÇÕES ANOS 80).

 

Síndrome de Down

Clique no link abaixo para ler o texto completo:


Folha de S.Paulohttp://www.folha.com.br/

domingo, 24 de março de 2013

Uma Decisão Justa



Aprovado para o cargo de técnico judiciário do TRE do Pará, o deficiente visual foi convocado para perícia médica por meio de publicação no Diário Oficial da União e pela internet, em arquivo PDF – formato que não é compatível com o programa que permite o uso de computadores por deficientes visuais. Por conta de sua deficiência, o candidato não teve como tomar conhecimento da convocação e acabou eliminado do certame. Veja a decisão do STJ sobre esse caso: http://bit.ly/ZEJHIf

sábado, 23 de março de 2013

Divulgação

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=385316401576194&set=a.217968668310969.48061.217937421647427&type=1&ref=nf

Divulgação

http://www.tdah.org.br/br/noticias/reportagens/item/926-revista-psique-as-crian%C3%A7as-ignoradas.html

Contribuições: PC Edna

Muito Obrigado

Síndrome de Down



Atenção pessoal de São Paulo!

Ainda dá tempo de participar do “3º Simpósio Internacional da Síndrome de Down”, que acontece na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na Barra Funda, a partir de hoje até o dia 23 de março. 

O evento vai contar com a participação do Dr. Zan Mustacchi, da equipe da Associação Carpe Diem, além de familiares, profissionais e pessoas com síndrome de Down.

Mais informações pelo site: http://bit.ly/ZBRBBU
Atenção pessoal de São Paulo!

Ainda dá tempo de participar do “3º Simpósio Internacional da Síndrome de Down”, que acontece na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na Barra Funda, a partir de hoje até o dia 23 de março. 

O evento vai contar com a participação do Dr. Zan Mustacchi, da equipe da @[262007237158847:274:Associação Carpe Diem], além de familiares, profissionais e pessoas com síndrome de Down.

Mais informações pelo site: http://bit.ly/ZBRBBU

Divulgação



Sempre é bom saber: principais museus de SP oferecem entrada gratuita uma vez por semana.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Síndrome de Down


Síndrome de Down


Diversidade Sexual/Homofobia




Como lidar com a diversidade sexual e a e homofobia na escola?

A abordagem do assunto pode até deixar alguns pais receosos, mas é importante que o respeito às diferenças esteja presente no currículo. Informar é o primeiro passo para a quebra do preconceito. 

Saiba mais:
http://abr.io/diversidade
Como lidar com a diversidade sexual e a e homofobia na escola?

A abordagem do assunto pode até deixar alguns pais receosos, mas é importante que o respeito às diferenças esteja presente no currículo. Informar é o primeiro passo para a quebra do preconceito. 

Saiba mais: http://abr.io/diversidade

Síndrome de Down


Artigo Interessante



Fonte: Revista VEJA Edição Especial

Síndrome de Down

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/cidadania/2013/03/necessidade-de-novas-leis-com-garantias-a-pessoas-com-sindrome-de-down-divide-opinioes

Síndrome de Down

http://redeglobo.globo.com/globocidadania/videos/t/temas-sociais/v/movimento-down/2453258/

Dia Internacional Contra a Discriminação Racial

Catraca Livre
Diga NÃO ao racismo

(via Conselho Nacional de Justiça (CNJ))

Dia Internacional da Síndrome de Down

Sempre de arrepiar!





Dia 21 de Março é o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Vale a pena rever o emocionante e já classico comercial "Carlinhos".

>> Reveja aqui: http://bit.ly/GGq4sd

quarta-feira, 20 de março de 2013

Síndrome de Down

Boa noite!   Beijos!


Exposição ‘Pintou a Síndrome do Respeito’ reúne obras de arte feitas por artistas com Síndrome de Down.

Exposição ‘Pintou a Síndrome do Respeito’ reúne obras de arte feitas por artistas com Síndrome de Down http://bit.ly/16Htc2a

terça-feira, 19 de março de 2013

Autismo


Este artigo foi publicado domingo no caderno "Ilustríssima", da Folha de SP, e a sua leitura pode ser muito interessante para aqueles que trabalham ou convivem com pessoas autistas.

Mais Notícias

- "A escola deve ser a porta de entrada para a cidadania”, diz Dra. Linamara.

- 4º Caravana da Inclusão conta com Mutirão do Emprego.

Encontros começam em 22 de março- -- -   ----- - - Memorial da Inclusão recebe exposição “Vidas em Cena"

Notícias/Atualizações

Cidadania

Atleta do Time São Paulo participa de Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania, em 22/03.
 
Protagonismo

Filme "Colegas" tem atores com síndrome de Down e é exibido no Palácio para platéia com 1300. Governador e elenco participam. 

Inclusão

Consulta pública:
Programa Estadual de Atendimento a Pessoa com Deficiência Intelectual, até 24/03.

Acessibilidade

Governo de São Paulo anuncia R$ 2 bilhões em investimentos para municípios paulistas, dos quais 50 milhões são para acessibilidade.

O encontro entre prefeitos, primeiras damas e gestores municipais teve o objetivo de reafirmar o diálogo e a parceria entre o governo e as prefeituras. Dos 2,4 bilhões, 50 milhões são para acessibilidade nos municípios.


segunda-feira, 18 de março de 2013

FRASE para REFLEXÃO!

Serviço/Divulgação


Mai
s de 1.000 vagas para profissionais com deficiência

Nesta semana, o programa Emprega São Paulo, agência de empregos pública gerenciada pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (Sert), dispõe de 1.196 postos de trabalho na Grande São Paulo para pessoas com deficiência.

Há oportunidades nas funções de operador de atendimento, auxiliar de abate, auxiliar administrativo, ajudante serviços gerais, repositor de loja, empacotador, operador de loja, ajudante de cozinha, entre outras profissões
As exigências de escolaridade e experiência variam de acordo com a área de atuação e com a empresa contratante.

Interessados devem acessar o sitewww.empregasaopaulo.sp.gov.br, criar login, senha e cadastrar currículo. Outra opção é comparecer a um Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) com RG, CPF, PIS e carteira de trabalho. Os endereços podem ser obtidos também no site.

Divulgação

O que personagens de 30 desenhos animados podem ensinar para o seu filho.

Respeito às diferenças, amizade, amor pela família, criatividade e preservação ambiental: as atrações televisivas infantis dão lições sobre isso e muito mais
 

LIBRAS

Confiram este vídeo do encantador "Bê", de 1 ano e meio, mostrando os sinais em Libras que já aprendeu!

"Bernardo é um pequenino Coda (filhos ouvintes de pais surdos), filho de Lincoln (surdo) e Elisa (ouvinte). A família, moradora de Itajaí (Santa Catarina), começou a postar as gravações no Youtube para aproximar o “Bê” – como é carinhosamente chamado – de seus parentes que moram em outro estado. Os vídeos logo se tornaram um sucesso entre aqueles envolvidos com a Língua de Sinais Brasileira: milhares de intérpretes, professores, estudantes, surdos e ouvintes já assistiram ao querido Bê, uma criança bilíngue, dividindo as suas novas aquisições linguísticas, promovendo a língua de sinais e incentivando o público ao aprendizado da Libras."

Fonte: Culturasurda.net


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=QdakxBs2Iks

Surdez e Autismo

Para quem se interessa pelos temas da surdez e autismo, vale a pena ler o trabalho das profissionais Sandra Pavone e Mônica Castro, psicanalista e fonoaudióloga da Derdic. Chama-se "Diagnóstico de Surdez e Autismo: uma questão interdisciplinar" e está disponível na Internet:

II Encontro Latino Americano de Tradutores -

Atenção, intérpretes de Língua de Sinais: em julho, vai acontecer no Rio de Janeiro o II Encontro Latino Americano de Tradutores – Intérpretes e Guia intérpretes de Língua de Sinais. Vejam o site do Encontro e programem-se!

domingo, 17 de março de 2013

Síndrome de Down

http://br.noticias.yahoo.com/blogs/vi-na-internet/ator-brasileiro-com-s%C3%ADndrome-down-encontra-sean-penn-022800444.html

quarta-feira, 13 de março de 2013

DIVULGAÇÃO

Hoje você fica por dentro de tudo o que você precisa saber sobre o Ensino Fundamental I: http://abr.io/fund-I
 
 

OUTRAS NOTÍCIAS

- Assista aos vídeos do Projeto Homem Virtual no Acessa São Paulo
-
Memorial da Inclusão recebe exposição “Vidas em Cena”
-Declarado 2013 como Ano Iberoamericano para inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho

DIVULGAÇÃO

       

DIVULGAÇÂO


4º Caravana da Inclusão conta com Mutirão do Emprego. Encontros começam em 22 de março

Bebedouro é a primeira cidade do interior paulista a receber a Caravana da Inclusão, iniciativa da Secretaria e Uvesp. A quarta edição da Caravana visita dez municípios do Estado levando palestras, Mutirão do Trabalho, desfile de moda inclusiva e exposição.

Alguns Sinais de Autismo

sexta-feira, 8 de março de 2013

DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES

BELEZA MATEMÁTICA(Prof. Vanderley – 23/01/2012)
Blog: www.vanderleyac.blogspot.com

Vejo em você a beleza da matemática,
A beleza matemática da natureza,
Da simplicidade de um ser humano.
Infinita beleza, perfeita simetria.

Ser humano especial, de beleza incomparável.
Gigantesca humildade, simplicidade, ternura,
Carisma, simpatia, delicadeza.

Olhar tímido e sedutor,
Sorriso de menina,
Encantadora mulher.

Probabilidade quase nula,
Encontrar a mulher mais bela.
Sonho que surgiu do vazio, do nada,
Que me faz um adolescente pensando na amada.

Duas retas paralelas.
Assim como elas estarei sempre ao seu lado.
Te acompanhando eternamente,
Rumo ao infinito.

Tenho por você
Imenso respeito,
Carinho, admiração,
Que jamais senti por nenhuma outra mulher.

Te esquecer...
Ao lado de n mulheres, tentei.
Foi em vão.
Não consegui.
Impossível resolver esta equação.

Meu sonho...
Ter você ao meu lado,
Como amiga, mulher,
Amante, companheira.

Te fazer feliz,
Assim como me sinto feliz
Quando você está ao meu lado.

Como duas retas concorrentes,
Um dia, com certeza,
Num ponto em comum de nossas vidas,
Iremos nos encontrar.

Mulher da minha vida.
Te desejo,
Te espero.

Impossível encontrar número infinitamente grande
Que consiga expressar a sua beleza.
Linda mulher!

Contribuições: Professor Vanderley

DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES

História do 8 de março

 
No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
Objetivo da Data Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.

Conquistas das Mulheres Brasileiras Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

Marcos das Conquistas das Mulheres na História:
 
- 1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres.
- 1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.
- 1859 - surge na Rússia, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres.
- 1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia.
- 1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.
- 1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas.
- 1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres.
- 1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.
- 1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças.
- 1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina.
- 1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres.

PAULO FREIRE

O mais célebre educador brasileiro, autor da pedagogia do oprimido, defendia como objetivo da escola ensinar o aluno a "ler o mundo" para poder transformá-lo.
Paulo Freire (1921-1997) foi o mais célebre educador brasileiro, com atuação e reconhecimento internacionais. Conhecido principalmente pelo método de alfabetização de adultos que leva seu nome, ele desenvolveu um pensamento pedagógico assumidamente político. Para Freire, o objetivo maior da educação é conscientizar o aluno. Isso significa, em relação às parcelas desfavorecidas da sociedade, levá-las a entender sua situação de oprimidas e agir em favor da própria libertação. O principal livro de Freire se intitula justamente Pedagogia do Oprimido e os conceitos nele contidos baseiam boa parte do conjunto de sua obra.

Ao propor uma prática de sala de aula que pudesse desenvolver a criticidade dos alunos, Freire condenava o ensino oferecido pela ampla maioria das escolas (isto é, as "escolas burguesas"), que ele qualificou de educação bancária. Nela, segundo Freire, o professor age como quem deposita conhecimento num aluno apenas receptivo, dócil. Em outras palavras, o saber é visto como uma doação dos que se julgam seus detentores. Trata-se, para Freire, de uma escola alienante, mas não menos ideologizada do que a que ele propunha para despertar a consciência dos oprimidos. "Sua tônica fundamentalmente reside em matar nos educandos a curiosidade, o espírito investigador, a criatividade", escreveu o educador. Ele dizia que, enquanto a escola conservadora procura acomodar os alunos ao mundo existente, a educação que defendia tinha a intenção de inquietá-los.

Aprendizado conjunto

Freire criticava a ideia de que ensinar é transmitir saber porque para ele a missão do professor era possibilitar a criação ou a produção de conhecimentos. Mas ele não comungava da concepção de que o aluno precisa apenas de que lhe sejam facilitadas as condições para o auto-aprendizado. Freire previa para o professor um papel diretivo e informativo - portanto, ele não pode renunciar a exercer autoridade. Segundo o pensador pernambucano, o profissional de educação deve levar os alunos a conhecer conteúdos, mas não como verdade absoluta. Freire dizia que ninguém ensina nada a ninguém, mas as pessoas também não aprendem sozinhas. "Os homens se educam entre si mediados pelo mundo", escreveu. Isso implica um princípio fundamental para Freire: o de que o aluno, alfabetizado ou não, chega à escola levando uma cultura que não é melhor nem pior do que a do professor. Em sala de aula, os dois lados aprenderão juntos, um com o outro - e para isso é necessário que as relações sejam afetivas e democráticas, garantindo a todos a possibilidade de se expressar. "Uma das grandes inovações da pedagogia freireana é considerar que o sujeito da criação cultural não é individual, mas coletivo", diz José Eustáquio Romão, diretor do Instituto Paulo Freire, em São Paulo.

A valorização da cultura do aluno é a chave para o processo de conscientização preconizado por Paulo Freire e está no âmago de seu método de alfabetização, formulado inicialmente para o ensino de adultos. Basicamente, o método propõe a identificação e catalogação das palavras-chave do vocabulário dos alunos - as chamadas palavras geradoras. Elas devem sugerir situações de vida comuns e significativas para os integrantes da comunidade em que se atua, como por exemplo, "tijolo" para os operários da construção civil.

Diante dos alunos, o professor mostrará lado a lado a palavra e a representação visual do objeto que ela designa. Os mecanismos de linguagem serão estudados depois do desdobramento em sílabas das palavras geradoras. O conjunto das palavras geradoras deve conter as diferentes possibilidades silábicas e permitir o estudo de todas as situações que possam ocorrer durante a leitura e a escrita. "Isso faz com que a pessoa incorpore as estruturas linguísticas do idioma materno", diz Romão. Embora a técnica de silabação seja hoje vista como ultrapassada, o uso de palavras geradoras continua sendo adotado com sucesso em programas de alfabetização em diversos países do mundo.

Seres inacabados

O método Paulo Freire não visa apenas tornar mais rápido e acessível o aprendizado, mas pretende habilitar o aluno a "ler o mundo", na expressão famosa do educador. "Trata-se de aprender a ler a realidade (conhecê-la) para em seguida poder reescrever essa realidade (transformá-la)", dizia Freire. A alfabetização é, para o educador, um modo de os desfavorecidos romperem o que chamou de "cultura do silêncio" e transformar a realidade, "como sujeitos da própria história".

No conjunto do pensamento de Paulo Freire encontra-se a ideia de que tudo está em permanente transformação e interação. Por isso, não há futuro a priori, como ele gostava de repetir no fim da vida, como crítica aos intelectuais de esquerda que consideravam a emancipação das classes desfavorecidas como uma inevitabilidade histórica. Esse ponto de vista implica a concepção do ser humano como "histórico e inacabado" e consequentemente sempre pronto a aprender. No caso particular dos professores, isso se reflete na necessidade de formação rigorosa e permanente. Freire dizia, numa frase famosa, que "o mundo não é, o mundo está sendo".

Três etapas rumo à conscientização

Embora o trabalho de alfabetização de adultos desenvolvido por Paulo Freire tenha passado para a história como um "método", a palavra não é a mais adequada para definir o trabalho do educador, cuja obra se caracteriza mais por uma reflexão sobre o significado da educação. "Toda a obra de Paulo Freire é uma concepção de educação embutida numa concepção de mundo", diz José Eustáquio Romão. Mesmo assim, distinguem-se na teoria do educador pernambucano três momentos claros de aprendizagem. O primeiro é aquele em que o educador se inteira daquilo que o aluno conhece, não apenas para poder avançar no ensino de conteúdos, mas principalmente para trazer a cultura do educando para dentro da sala de aula. O segundo momento é o de exploração das questões relativas aos temas em discussão - o que permite que o aluno construa o caminho do senso comum para uma visão crítica da realidade. Finalmente, volta-se do abstrato para o concreto, na chamada etapa de problematização: o conteúdo em questão apresenta-se "dissecado", o que deve sugerir ações para superar impasses. Para Paulo Freire, esse procedimento serve ao objetivo final do ensino, que é a conscientização do aluno.

Biografia

Paulo Freire nasceu em 1921 em Recife, numa família de classe média. Com o agravamento da crise econômica mundial iniciada em 1929 e a morte de seu pai, quando tinha 13 anos, Freire passou a enfrentar dificuldades econômicas. Formou-se em direito, mas não seguiu carreira, encaminhando a vida profissional para o magistério. Suas ideias pedagógicas se formaram da observação da cultura dos alunos - em particular o uso da linguagem - e do papel elitista da escola. Em 1963, em Angicos (RN), chefiou um programa que alfabetizou 300 pessoas em um mês. No ano seguinte, o golpe militar o surpreendeu em Brasília, onde coordenava o Plano Nacional de Alfabetização do presidente João Goulart. Freire passou 70 dias na prisão antes de se exilar. Em 1968, no Chile, escreveu seu livro mais conhecido, Pedagogia do Oprimido. Também deu aulas nos Estados Unidos e na Suíça e organizou planos de alfabetização em países africanos. Com a anistia, em 1979, voltou ao Brasil, integrando-se à vida universitária. Filiou-se ao Partido dos Trabalhadores e, entre 1989 e 1991, foi secretário municipal de Educação de São Paulo. Freire foi casado duas vezes e teve cinco filhos. Foi nomeado doutor honoris causa de 28 universidades em vários países e teve obras traduzidas em mais de 20 idiomas. Morreu em 1997, de enfarte.
Tempos de mobilização e conflito

Aula em Angicos, em 1963: 300 pessoas alfabetizadas pelo método Paulo Freire em um mês. Foto: acervo fotográfico dos arquivos  Paulo Freire do Instituto Paulo Freire

O ambiente político-cultural em que Paulo Freire elaborou suas ideias e começou a experimentá-las na prática foi o mesmo que formou outros intelectuais de primeira linha, como o economista Celso Furtado e o antropólogo Darcy Ribeiro (1922-1997). Todos eles despertaram intelectualmente para o Brasil no período iniciado pela revolução de 1930 e terminado com o golpe militar de 1964. A primeira data marca a retirada de cena da oligarquia cafeeira e a segunda, uma reação de força às contradições criadas por conflitos de interesses entre grandes grupos da sociedade. Durante esse intervalo de três décadas ocorreu uma mobilização inédita dos chamados setores populares, com o apoio engajado da maior parte da intelectualidade brasileira. Especialmente importante nesse processo foi a ação de grupos da Igreja Católica, uma inspiração que já marcara Freire desde casa (por influência da mãe). O Plano Nacional de Alfabetização do governo João Goulart, assumido pelo educador, se inseria no projeto populista do presidente e encontrava no Nordeste - onde metade da população de 30 milhões era analfabeta - um cenário de organização social crescente, exemplificado pela atuação das Ligas Camponesas em favor da reforma agrária. No exílio e, depois, de volta ao Brasil, Freire faria uma reflexão crítica sobre o período, tentando incorporá-la a sua teoria pedagógica.

Para pensar

Um conceito a que Paulo Freire deu a máxima importância, e que nem sempre é abordado pelos teóricos, é o de coerência. Para ele, não é possível adotar diretrizes pedagógicas de modo consequente sem que elas orientem a prática, até em seus aspectos mais corriqueiros. "As qualidades e virtudes são construídas por nós no esforço que nos impomos para diminuir a distância entre o que dizemos e fazemos", escreveu o educador. "Como, na verdade, posso eu continuar falando no respeito à dignidade do educando se o ironizo, se o discrimino, se o inibo com minha arrogância?" Você, professor, tem a preocupação de agir na escola de acordo com os princípios em que acredita? E costuma analisar as próprias atitudes sob esse ponto de vista?

Quer saber mais?
Convite à Leitura de Paulo Freire, Moacir Gadotti, 176 págs., Ed. Scipione, tel. 0800-161-700, 41,90 reais
Pedagogia da Esperança - Um Reencontro com a Pedagogia do Oprimido, Paulo Freire, 254 págs., Ed. Paz e Terra, tel.  (11) 3337-8399, 40,50 reais
Pedagogia do Oprimido, Paulo Freire, 218 págs., Ed. Paz e Terra, 35 reais

Internet

No site, você encontra informações sobre Paulo Freire e escritos de e sobre o educador, além de notícias de eventos e atividades relacionadas a ele.

CONTRIBUIÇÕES: VANDERLEY

quinta-feira, 7 de março de 2013

Filme: COLEGAS






"A MENSAGEM"

PARA OS PAIS

OS DOWN PODEM REALIZAR SONHOS COMO QUALQUER OUTRA PESSOA. O ESTÍMULO É FUNDAMENTAL PARA ISSO. 

PARA O PÚBLICO

CONHECER O UNIVERSO DOWN AJUDA A DIMINUIR A IGNORÂNCIA E O PRECONCEITO. 

FONTE: REVISTA ÉPOCA